GICON Contabilidade

NOTÍCIAS

< VOLTAR

07/03/2013PIB fraco justifica manutenção da Selic de 7,25%, avalia CNI

O fraco desempenho da economia no ano passado, com crescimento de apenas 0,9%, justifica a “acertada” decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) de manter a taxa básica de juros (Selic) em 7,25% ao ano, de acordo com avaliação da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Em nota divulgada logo depois do anúncio do Copom, a CNI destacou que o comportamento do Produto Interno Bruto (PIB) no ano passado – em especial pelo recuo de 0,8% na indústria – “mostra a necessidade de se manter as condições para a recuperação da atividade econômica, sinalizada neste início de ano”.

A CNI ressalta, ainda, que a inflação preocupa, em função principalmente da alta de preços dos alimentos e dos serviços, mas sublinha haver expectativas de perda de ritmo nos reajustes dos preços a curto prazo. Sugere, também, que se forem necessárias medidas para conter a inflação o governo deve lançar mão de outros mecanismos que não a elevação dos juros, como a redução dos gastos públicos, por exemplo.

Na avaliação da CNI, “o uso da política monetária como único instrumento de combate à inflação coloca em sério risco a retomada da atividade econômica em curso”.

Reportagem de Stênio Ribeiro para a Agência Brasil

Outras Notícias